A PROBABILIDADE A NOSSO FAVOR

Com o início dos jogos da Copa do Mundo 2018, o grupo renomado de estatística e probabilidade voltado aos esportes Opta, divulgou a porcentagem de cada seleção para levar a taça para casa. E advinha, o Brasil está em primeiro lugar!

Depois do spoiler dado, é preciso de cautela pois as bases do que foi compartilhado é resultado de dados históricos, individuais e coletivos, dos jogadores convocados para fazerem parte de cada seleção em jogos oficiais. Além disso, o entrosamento entre eles e afinidade em campo conta quanto o assunto é metas de gol. O que, por exemplo, não permite que o cálculo se mantenha o mesmo caso haja um imprevisto com algum jogador e ele seja cortado da partida, isso compromete o rendimento geral.

Vamos ao TOP5:

5º Lugar – Espanha (9.3%)

Apesar de ter vencido o torneio em 2010 a Espanha, na última Copa, perdeu de forma vergonhosa quando ainda disputava a fase de grupos, o que a deixou fora da competição em 2014. Desta vez, vemos uma equipe que gosta de trabalhar a bola em campo, com alto nível de inteligência e que articula bem as jogadas. Carvajal, Sergio Ramos, Busquets e David Silva são um diferencial se formos pensar que o craque Iniesta não possui o mesmo desempenho físico de antes apesar da experiencia e talento.

4º Lugar – França (10.5%)

Campeã de 1998, a seleção francesa vem de uma boa fase quanto aos pontos conquistados desde a última Copa do Mundo, sendo que em 2016 ficou em segundo lugar na EuroCopa. Nos jogos eliminatórios, comandados pelo atual técnico Didier, passou sem nenhum grande risco com 7 vitórias em 10 partidas. A escalação atual tem um poder ofensivo muito grande e conta também com boa força física. O atacante Griezmann que já era destaque quando convocado, mostrou para quê veio na partida contra a Austrália que aconteceu no dia 16 desde mês.

3º Lugar – Argentina (10.9%)

Quase ficando de fora na fase de grupos, quando somente no último jogo conseguiu conquistar a vaga para a Copa do Mundo 2018, a bicampeã Argentina gera controvérsia para alguns especialistas em estar como uma das favoritas desse ano. Messi é a estrela indiscutível dentro do time, mas para uma seleção que desde 1993 não ganha a Copa América e teve um empate com a Islândia na partida de estreia dá para entender alguns motivos para que não esteja nesse top 5.

2º Lugar – Alemanha (11.4%)

Com aproveitamento de 100% nos jogos eliminatórios (30pontos) para estar na Copa do Mundo 2018, a cabeça de chave do Grupo F, tetracampeã e atual detentora do título desde torneio, é muito forte. Pois o técnico Joachim Low soube escolher bem cada jogador contando com alguns destaques como o meia que também ataca Toni Kroos. A equipe no geral sabe muito bem trabalhar com velocidade, o que a diferencia das seleções mencionadas anteriormente.

1º Lugar – Brasil (14.2%)

A única seleção 5 estrelas realizou nos jogos de eliminatória, para a Copa do Mundo 2018, 32 pontos, ficando a frente da Alemanha, mesmo não tendo vencido todos os jogos por causa de dois empates durante aquela fase. O técnico Tite deu sua cara a seleção, pondo a prova que quando Neymar esteve se recuperando da cirurgia que realizou, os outros jogadores não dependiam dele. Apesar do comentário anterior parecer excludente, a seleção brasileira se reergueu e deixou de ser um aglomerado de bons jogadores para se tornar uma equipe. Prova disso foi a partida contra a Suíça com gol de Coutinho.

Já imaginou uma final de Copa do Mundo entre nós e a Alemanha para retirarmos o gosto amargo do 7×1 ou contra a Argentina, nossa eterna rival? Não dá pra torcer sem estar vestido de acordo, aqui você encontra a camiseta oficial da nossa seleção para torcermos juntos!

 

Compartilhar: